O espaço ecoa: uma fantasmologia sônica entre ambientes remotos 

</improvisação livre utilizando clarinete, trompete,saxofone, baixo elétrico, violão, violoncelo,eletrônica em tempo real (Max/MSP) e visuais (C++/openFrameworks);>

{2020}

Gaspar Ecoa

[Lidamos apenas com fantasmas; com registros materiais de um fenômeno que já passou. Em um processo de comunicação remoto isso ocorre também em outro nível, com a multiplicidade de espaços e meios em que ocorre. Em busca de uma experimentação estética utilizando a improvisação remota, buscamos potencializar a materialidade inerente no processo de interação com a máquina. O espaço da voz à improvisação e é ele que acelera o processo em direção a si mesmo. ]